Procurei por Você a vida toda - Monsenhor Vitor GROPELLI
10/12/2017 10:03 em Arquidiocese de Londrina

TESTAMENTO PE. VITOR GROPPELLI

 

Senhor, A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Nos próximos meses completarei 50 anos de ordenação sacerdotal (27-06-1964) e 75 setenta e cinco anos de minha vida (08-07-1939), recolho-me em oração para preparar a hora em que poderei levantar o vôo para chegar às alturas da alma e contemplar, finalmente, o Seu rosto. Eu procurei por Você durante a vida toda, desviei bastante do caminho, até me perdi alguma vez, mas nunca desisti de seguir em frente e de tentar de novo. Sou-Lhe grato pela meta que alcanço agora que a vida terrena termina. Não fui digno de tanta graça recebida, da vida, da família cristã que me acolheu e me criou, da Igreja que me batizou e regou minha vocação sacerdotal, do Brasil onde vivi anos de apostolado cheios de manifestações da Sua misericórdia. Peço-Lhe perdão pelos pecados e pelas contradições, assim como o peço a todos que ofendi, decepcionei ou deixei de ajudar.

Senhor, apesar de minhas fraquezas, eu O amei muito e sempre quis que os outros também O conhecessem e O amassem. Aprendi isso de muitos sacerdotes santos encontrados em minha vida, de meus pais piedosos e generosos, de meus irmãos tão carinhosos. A família que Você me deu, ajudou-me a descobrir e a seguir a vontade do Pai e a amar a Igreja. Foi ela que mais sustentou a minha vocação sacerdotal e missionária. Meus pais e meus irmãos foram a maior bênção divina em todos os anos de minha existência. Queria tanto dedicar a minha vida à família dos outros irmãos para ajudá-los a compreender que é na família que se encontra mais realmente a imagem da Trindade Santa. Pouco consegui fazer, mas a semente de meu esforço deve ter ficado em muitos corações. Espero que outros continuem dedicando-se à família porque nenhuma pessoa é feliz sem ela ou vivendo contra ela.

Na casa dedicada às Famílias, que eu quis chamar NAZARÉ SANTUÁRIO DA FAMÍLIA, passaram muitas pessoas em busca de uma palavra de conforto e de incentivo. Muitas lágrimas foram aqui enxugadas, mas nem todos os problemas encontraram uma solução. Porém, tenho certeza de ter atendido sempre com carinho a todos os irmãos e irmãs que bateram a esta porta. Não foi possível realizar todo o plano que eu tinha em mente. Eu passo daqui para a vida eterna, mas o ideal da família cristã continuará brilhando no firmamento da Igreja e da humanidade. Acredito firmemente que somente uma família bem constituída salvará a humanidade do fracasso existencial e curará todas as feridas humanas.

Nesta hora, fazendo os cálculos, percebo que dediquei mais da metade de minha vida a serviço da Igreja que está em Londrina. Eu amei muito a esta Igreja. Ela me ofereceu a amizade de inúmeros leigos que me ajudaram com seu testemunho de autêntica vida cristã. Derrame, Senhor, sobre todos eles a abundância das graças divinas para que se sintam recompensados pelo bem que fizeram a mim como Seu sacerdote.

Devo muito, Senhor, aos bispos que encontrei na Igreja de Crema, Londrina, Salvador e aos bispos do Paraná que aprendi a admirar e imitar em longos anos de atividade pastoral no PARANÁ. Alguns deles me marcaram profundamente. Seja louvado por isso o Seu santo nome, Senhor. 

Minha vida foi maravilhosa. Evidentemente, tive momentos de solidão intensa, de incompreensão e de cansaço. Com a Sua graça consegui superar horas difíceis. Como agradecer-Lhe por tudo o que de bom experimentei? Elevando também o cálice, como sugere o salmista.

Acolha-me, Senhor, com ternura. Abençoe a Igreja que está no Brasil dando-lhe vocações missionárias entre leigos, sacerdotes e religiosas. Meu tempo esgotou-se, Senhor. Deixe-me entrar no kairós eterno para que experimente a vitória definitiva da sua divina misericórdia. Amém.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!