DIA DE FINADOS OU DIA DOS MORTOS?
01/11/2020 12:21 em Igreja

Dia de Finados ou Dia dos Mortos

O Dia de Finados ou Dia dos Mortos é celebrado anualmente em 2 de novembro. No Brasil, esta data é um feriado nacional, instituído pela Lei nº 10.607, de 19 de dezembro de 2002.

O Dia de Finados é celebrado no dia 2 de novembro porque no dia 1º de novembro é comemorado o Dia de Todos os Santos - data que celebra todos os que morreram em estado de graça, mas que não tiveram a oportunidade de serem canonizados ou que não são lembrados em orações por ninguém.

Esse costume, que começou na França, foi estendido por toda a Europa. Mas a partir do século XI, os papas Silvestre II, João XVIII e Leão IX já recomendavam os cristãos a dedicarem um dia por ano a rezarem por quem já havia falecido e que não era lembrado.

No século IV, a Igreja começou a incluir em suas celebrações a "Memória dos Mortos" - um momento de orações dedicado a todos os que já faleceram. A partir do século XII, o Dia de Finados é celebrado pela Igreja Católica em 2 de novembro.

A celebração de Finados pode-se chamar o dia da saudade e é muito importante para a igreja católica, pois se presta homenagem com muito respeito e carinho a todos os entes queridos que já partiram.

Nesta data, os cemitérios são visitados por muitas pessoas que vão limpar os túmulos de seus familiares ou amigos que já partiram; deixam flores, fazem orações e pedem celebrações de missas. Portanto quando os fiéis rezam pelas almas que estão em sufrágio no purgatório, estas alcançam rapidamente a benevolência de ir para o céu.

A existência do purgatório é bem clara no Catecismo da Igreja Católica:

§  Os que morrem na graça e na amizade de Deus, mas não estão completamente purificados, embora tenham garantida sua salvação eterna, passam, após sua morte, por uma purificação, a fim de obter a santidade necessária para entrar na alegria do Céu (Catecismo, 1030).

§  A Igreja denomina purgatório esta purificação final dos eleitos, que é completamente distinta do castigo dos condenados. A Igreja formulou a doutrina da fé relativa ao Purgatório sobretudo no Concílio de Florença e de Trento. Fazendo referência a certos textos da Escritura, a tradição da Igreja fala de um fogo purificador: No que concerne a certas faltas leves, deve-se crer que existe antes do juízo um fogo purificador, segundo o que afirma aquele que é a Verdade, dizendo, que, se alguém tiver pronunciado uma blasfêmia contra o Espírito Santo, não lhe será perdoada nem no presente século nem no século futuro (Mt 12,32). Desta afirmação podemos deduzir que certas faltas podem ser perdoadas no século presente, ao passo que outras, no século futuro (Catecismo, 1031).

Por que esperar apenas a data do dia dos finados para rezarmos e lembramos de nosso entes queridos? Somente nós podemos ajudar as almas do purgatório com nossas orações. Vejam o quão é importante nossa obra de misericórdia para com a nossa igreja padecente (almas do purgatório).

A igreja estabelece uma semana de obras de misericórdia para com as almas que já se foram. Nos dias 2 a 9 de novembro cada cristão pode alcançar indulgência plenária exclusivamente para os falecidos. A indulgência plenária apaga completamente as culpas e as penas devidas pelo pecado. Esse deve ser um dos grandes motivos que nos impulsiona a rezar pelas almas do purgatório.

Para alcançar a graça da indulgência plenária para uma alma, o fiel deve estar em estado de graça e fazer suas orações no cemitério, rezando nas intenções da Igreja, oferecendo a indulgência por um falecido (pode-se oferecer a indulgência cada dia para um falecido diferente, desta maneira oito falecidos receberão a indulgência).

Oração aos finados

Ó Deus, que pela morte e Ressurreição de vosso Filho Jesus Cristo nos revelastes o enigma da morte, acalmastes nossas angústias e fizestes florescer a semente da eternidade que vós mesmo plantastes em nós:

Concedei aos vossos filhos e filhas já falecidos a paz definitiva da vossa presença.

Enxugai as lágrimas dos nossos olhos e dai-nos a todos a alegria da esperança na Ressurreição prometida.

Isto vos pedimos, por Jesus Cristo vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Que todos aqueles que buscaram o Senhor com o coração sincero e que morreram na esperança da Ressurreição descansem em paz.

Amém.

 

VIVIAN MONTEIRO 

LOCUTORA PROGRAMA RAINHA DOS ANJOS

Fonte:

Catecismo da Igreja Católica

https://www.calendarr.com/brasil/dia-de-todos-os-santos/

https://misicordia.org.br/editora/rezarpelasalmasdopurgatorio/

https://teologiacomqualidade.com.br/

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!